sábado, 10 de dezembro de 2011

Fique feliz se você não passou por nervosismo.

        Com certeza todos vocês já escutaram inúmeras explicações de pessoas que foram reprovadas no exame de direção. Várias pessoas já tiveram que repetir o exame em função de nervosismo, falta de atenção, pequenos descuidos ou ate mesmo por serem ruins mesmo, por não terem a minima condição de tirar a habilitação. Mas meus amigos, essa historia me surpreendeu, essa eu não esperava, essa foi recorde de todos os motivos que já escutei ou que um dia passou pela minha cabeça escutar.
        Esse pequeno fato aconteceu no exame de direção de uma mulher, que obviamente não foi informado sua identidade, pra evitar o famoso bullying, porque mulher dirigindo já é sinônimo de risco, ainda mais quando acontece um fato como esse, mas tudo bem, vou deixar a verdade de lado e contar o que ocorreu de tão desastroso.
        Segundo foi informado pelo examinador que realizava o exame, a moça já tinha chegado muito nervosa ao local, e demorou quase 4 minutos para pode arrancar o carro, o que ele preferiu deixar como fato irrelevante por ser o primeiro exame, e por perceber aparente nervosismo da mesma. Assim que arrancou, a mulher seguiu em uma rua que não, não era declive e nem aclive, ou seja, ela tinha que somente manter o carro em uma velocidade moderada e constante e tudo terminaria bem, porém não foi muito bem isso que ocorreu, e as coisas ficaram feias.
        Enquanto ela começava a desenvolver uma velocidade no carro de aproximadamente 30 Km/h um outro veiculo de um civil qualquer veio na mesma rua, atrás da moça do carro da auto escola. Sem achar que aquilo fosse ser um risco eminente o examinador prosseguiu o exame de maneira normal, o que infelizmente não se confirmaria. Aquele dado veiculo que vinha atrás do carro da auto escola, parecia ter se transformado em um monstro para a moça, relata o aplicador, pois ela de uma hora para a outro demonstrou um desespero fora do normal e começou a acelerar o carro descontroladamente, além de acelerar o carro, soltou a mão da direção do veiculo e "fincou" suas unhas na coxa do examinador.
        O pequeno porém que tornou esse fato tão desastroso, é que esse exame ocorria perto de um píer, e no momento de toda essa confusão o carro da auto escola estava ao lado do mesmo. E como a garota estava machucando a perna do examinador, ele não teve a reação de frear o carro, mas sim de tentar de qualquer forma tirar as unhas da garota que já perfuravam sua pele. Pensem no resultado: Uma garota acelerando desesperadamente, um instrutor sentindo uma dor inexplicável na perna sem prestar atenção ao o que esta ocorrendo a sua volta, um píer ao lado do carro e ninguém segurando a direção, é, não tinha a minima condição de tudo isso terminar bem.
        O veiculo começou a ir levemente a direita, atravessou a barra de proteção entre a via e a água, e como uma bomba para ser um pouco exagerado, foi lançado direto ao mar. Felizmente tudo terminou bem, fora o prejuízo levado pela a auto escola, todos saíram bem, ninguém ferido no acidente, somente o examinador antes do mesmo. A garota foi levada ao hospital para um teste de sanidade mental,  e o órgão responsável pela legislação da cidade, decretou que a garota não podeira mais realizar outro exame.
                                Então meus queridos, se você já foi reprovado porque errou uma baliza ou por simples nervosismo, fique tranquilo, sempre tem alguém pior.

quinta-feira, 10 de fevereiro de 2011

Neosaldina ou m&m’s?

            Não sei bem quando ocorreu essa historia. Porem hoje em dia já posso relatá-la de uma forma mais engraçada, afinal de contas, eu sentia MUITA raiva disso.
            Tudo ocorreu em 2009, quando eu ainda estava no 1°. Lembro muito bem como se fosse ontem, aquela “febre” que estava acontecendo na escola, todos estavam simplesmente dominados pela vontade pulsante de pixar salas, cadeiras, banheiros, entre outras coisas. E como eu antigamente não podia ficar fora de nenhuma “treta”, acabei entrando na onda. A mais se arrependimento matasse, apesar do que, acho que hoje em dia faria tudo na mesma forma, porque foi uma época muito boa, mas como tudo que é mais gostoso é na maioria das vezes perigoso e proibido, um dia alguém ia acabar sofrendo com conseqüência de tudo aquilo, e adivinhe quem foi que sofreu as conseqüências?
            Bom, lembro que a historia começou a se complicar no dia que eu e Lorrann decidimos fazer uma pixação dentro da sala de aula, com toda a turma presente, porque ate então, ninguém dentro daquela sala tinha motivo algum para poder falar com a coordenação que tinha sido nos dois. Então com toda animação e espírito de favelados, começamos a pixar dentro da sala de aula, começamos em algumas cadeiras, depois passamos para a janela da sala, e pouco a pouco já estávamos pixando estojos e azulejos de dentro da sala.
            Porem um dia para complicar um pouco minha situação, me deram um Neosaldina para poder oferecer para o Gustavo como se fosse um m&m’s, que na época nem era mais tão vendido, então naturalmente pensei que ele não fosse acreditar e muito menos comer a p#*&a do remédio. Mais para a felicidade instantânea de toda a sala que estava prestando atenção naquele momento, ele sim, levou o remédio na boca e deu aquela mordida pensando ser um chocolate.
            Quando ele sentiu o gosto do remédio na boca, rapidamente cospiu metade do remédio, ou seja, metade já tinha ido embora, já estava sendo degustado. E em um ataque super nervoso ele saiu da sala correndo com um choro meio agarrado na garganta, e foi então que tudo começou a se complicar.
            No dia seguinte o coordenador foi na sala e pediu para poder falar comigo e com o Lorrann. Rapidamente já imaginamos que “a casa tinha caído”, e combinamos antes de chegar à sala do coordenador que iríamos negar toda e qualquer acusação, e na hora Lorrann aceitou a proposta de negar, porém existia o pequeno detalhe que ele não era acostumado a freqüentar a sala do coordenador e muito menos de receber pressão de toda a direção da escola.
            Chegamos á sala do coordenador antes do recreio, e por incrível que parece naquele momento nem foi tão desesperador, porque ele somente citou a questão do remédio que dei ao Gustavo, falando que aquilo era perigoso e coisa e tal. Depois de um LONGO e motivador sermão saímos da sala do coordenador aliviados e subimos para o recreio, porem as coisas não acabariam ali. Ainda tinha muita coisa por vir. No final do recreio ele estava no esperando em frente à sala dele e falou para entrarmos novamente, rapidamente o próprio lorrann reafirmou para podermos negar qualquer coisa. Entrei tranquilamente dentro da sala do coordenador, e o próprio para poder botar uma pressão no lorrann que era meio que iniciante na sala dele, pegou duas expulsões e colocou apoiadas na mesa dele. Nisso eu já conseguia reparar nitidamente no rosto do lorrann o desespero batendo.
            Com isso o coordenador começou a acusar de todas as formas que tinha sido nos dois que pixamos toda escola. E eu de todas as formas possíveis também negava, tudo aquilo, e pedia que ele trouxesse a pessoa na nossa frente para falar tudo na nossa cara, ou seja, ainda poderíamos descobrir que tinha realmente nos dedurado á direção, afinal de contas, isso é uma duvida ate hoje. Mais de repente eu começo a sentir o lorrann me chutando por de baixo da mesa desesperadamente, e sem entender nada, eu continuei negando tudo que o Marcos estava falando, quando repentinamente, ele para todas as acusações e pergunta ao lorrann: “E ai, tem nada para poder falar não?”. Para que ele foi fazer aquela pergunta. Lorrann sem agüentar toda aquela pressão, falou uma única frase de 4 palavras o que iria acabar com a minha vida: “Foi à gente que pixou a sala”. E a partir daquele momento tudo estava acabado para mim. Tomei suspensão de 4 dias, tive que ligar para minha mãe e escutar ele me acabando com  a minha raça, escutar meu pau me chamar de vagabundo em todo o resto do ano, resumidamente, o resto do meu ano de 2009 foi todo para o saco, sendo que isso ainda era em setembro, e o pior, perto do aniversario da minha mãe, vocês tinha que ver, como o clima estava lindo naquele dia! 

terça-feira, 25 de janeiro de 2011

Uma musica para cada situação e circunstância da vida. Part. 3

Curtindo a Vida - Grupo Bom Gosto


"Quer saber tudo tem um por que
Tô legal, quero mais é viver
Antes só, do que ser infeliz
Sei que vou encontrar diretriz pro meu coração...
Enquanto nao encontro eu vou curtindo a vida
Enquanto nao encontro eu vou tirando onda
Enquanto nao encontro eu vou beijando em boca
Enquanto nao encontro eu vou badalando
Enquanto nao encontro eu vou pagodeando
Enquanto nao encontro eu sou da boemia
Da lua"

Tudo tem motivo e hora certa, não esquenta a cabeça, não tente adiantar nada. O que tiver de acontecer, vai rolar, não procure dor de cabeça. Tudo ao seu tempo! Enquanto isso, vai curtindo a vida! Vai ser da LUA 

segunda-feira, 24 de janeiro de 2011

Uma musica para cada situação e circunstância da vida. Part. 2

Aventureiro - Revelação
"Eu sou aventureiro e você não merece isso,
eu to comprometido em me amarrar jamais,
aliás eu tenho medo de sofrer,
antes que seja tarde então vamos parar com isso.
Não, não tem outro jeito já que está ficando sério,
é quando um não quer dois nunca formam um casal,
eu to mal só de pensar que vai doer,
antes que seja tarde então vamos parar com isso.
Eu nesse faz de conta,
meu coração desmonta,
teu coração padece,
isso me entristece.
Teu corpo quer um ninho,
eu, só voar sozinho,
sem metade de nada,
sigo por essa estrada.
É, o destino é quem vai saber depois,
se vamos viver sós ou pra nós dois
que o bom Deus lhe conceda amor e paz,
quem sabe eu volte um dia ou nunca mais.
O destino é quem vai saber depois,
se vamos viver sós ou pra nós dois,
que o bom Deus lhe conceda amor e paz,
quem sabe eu volte um dia ou nunca mais."
Como já disse Xande de Pilares:
Muitos dizem que essa musica é machista, mais não é machista, a gente quando não ta afim tem que falar não quero mais,ser sincero não é vergonha, ser aventureiro também não, basta ser um aventureiro sincero.


http://www.youtube.com/watch?v=aYrG1LvuCx0

Uma musica para cada situação e circunstância da vida. Part. 1


A Amizade - Fundo de Quintal
"La laiá, la laiá, la laiá, la laiá
La laiá, la laiá, la laiá, la laiá
Meu amigo
Amigo, hoje a minha inspiração
Se ligou em você
E em forma de samba
Mandou lhe dizer
Tâo outro argumento
Qual nesse nomento
Me faz penetrar
Por toda nossa amizade
Esclarescendo a verdade
Sem medo de agir
Em nossa intimidade
Você vai me ouvir
Foi bem cedo na vida que eu procurei
Encontrar novos rumos num mundo melhor
Com você fique certo que jamais falhei
Pois ganhei muita força tornando maior
A amizade...
Nem mesmo a força do tempo irá destruir
Somos verdade...
Nem mesmo este samba de amor pode nos resumir
Quero chorar o seu choro
Quero sorrir seu sorriso
Valeu por você existir amigo
Quero chorar o seu choro
Quero sorrir seu sorriso
Valeu por você existir amigo"
  Para os meus melhores amigos, sem duvida, os que são verdadeiros. Farei sempre TUDO QUE PUDER por vocês. Afinal, todos tem aqueles(as) que são únicos.

http://www.youtube.com/watch?v=EkZkQpcLxJk

quinta-feira, 20 de janeiro de 2011

Mineiros em férias.

         Fatos engraçados começam acontecer no final de ano no estado de Minas Gerais. Todas as pessoas de uma maneira descontrolada querem ter suas férias tão merecidas e suadas de tanto trabalhar durante o correr do ano.
            E então que as coisas começam a ficar engraçadas. Vamos pegar como um exemplo a minha viagem de férias. Tudo começou a ser planejado em meados de outubro de 2010, quando surgiu a possibilidade de passarmos alguns dias em Cabo Frio. Ai todos começaram a ficar animados com a idéia, e como mineiro que é mineiro não sabe andar sozinho minha mãe convidou tio Lucas e Tia Luiza com suas respectivas famílias a irem com a gente. Mais alem de convidar existia o pequeno problema que eles não teriam carro para viajar, foi então que minha mãe ofereceu o carro para eles viajarem, já que estávamos indo no carro do papai, ou seja, de uma maneira ou de outra iríamos viajar, e bem aquele ditado, mineiro em férias é igual peidar no meio da rodinha, não fica ninguém, vão todas de maneiras desesperadoras ocupar todo o litoral brasileiro atrás das melhores praias e torrar todo o dinheiro que juntam ou ate mesmo um pouco mais durante todo o ano. Afinal, férias são férias, e na maioria das vezes só ocorre uma vez por ano.
            Então tudo pronto, vamos para Cabo Frio. Passar mais ou menos a bagatela de 8 horas sentados dentro de um carro, deixando a bunda ate meio que quadrada. Mas afinal de contas, para que reclamar? Estamos indo para a praia. Um pequeno adendo, bicho bobo é mineiro, que é capaz de passar horas e horas dentro de um carro, para pode chegar a uma praia e ficar alguns dias dentro do mar.
            Chegamos então em Cabo Frio, uhul, agora tudo era festa, vamo que vamo, praia em tese assim só pode acontecer uma vez por ano. Subimos ao apartamento, arrumamos o que tínhamos que arrumar e sem sombra de duvida já fomos à praia, isso era mais ou menos já quase 7 horas da noite.
Mais pra que perder tempo? Mineiro não perde nada, cambada de farofeiro atoa é mineiro.
            Ficamos algumas horas na praia, quase morrendo afogados de cansaço dentro do mar, decidimos voltar pra poder tomar um banho e desmontar na cama (agora um pequeno detalhe, no primeiro dia ficamos horas dentro do carro pra chegar e dormir? Como assim, sem nenhuma lógica isso, mas tudo bem, não vamos levar isso em consideração, afinal estávamos cansados).
           Realmente não tem como entender os mineiros em férias.

sábado, 8 de janeiro de 2011

Um amor incondicional

Pai e mãe são as únicas pessoas na face da terra que tem um amor pelos filhos que passa de qualquer limite. Penso nas inúmeras vezes que cheguei em casa de madrugada e encontrei minha linda mamãe sentada no sofá da sala com o celular na mão esperando para poder me ver chegar em casa, e em alguns casos ate mesmo cheirar minha boca pra ver o que eu estava bebendo ou coisa do tipo, mais isso é somente um detalhe.
Em varias vezes, tem aquela coisa inexplicável e impossível de entender, na qual os pais sempre acabam dando aquele sermão nos filhos depois de alguma noitada, xingando como se o filho tivesse cometido os 7 pecados capitais somente por ter bebido e ter chegado em casa algumas horas mais tarde do que o que foi “combinado”, mais como eles mesmo dizem, eles xingam para o nosso bem, por realmente gostar dos filhos. Uma frase que minha mãe sempre me diz: “você e sua irmã são tudo que eu tenho, não preciso de mais nada se souber que vocês dois estão bem”. Isso é amor de mãe, e nem a ciência e capaz de explicar.
No meu caso, chego a achar engraçado o modo do meu pai de agir. Muito dificilmente ele demonstra o que esta sentindo ou pensando, desde pequeno eu sempre escutei que ele era assim, porque não queria que perdêssemos o respeito por ele.  Mas acabei ficando mais velho e acostumado a ver meu pai como o meu ídolo que permanece calado durante toda a batalha, mais que no final sempre vai estar ali pra me salvar, e espero que isso dure para sempre.
Mais no final das contas eu penso, minha mãe sempre sendo intermediaria de tudo que acontece e sempre ficando nervosa com tudo que faço, que se responsabiliza pela parte de xingar, de chamar atenção, de falar que estou errado, de me dar o não quando estou muito afim de fazer alguma coisa, de passar pela o papel de chata como ela mesma diz. Mais e a mesma que sempre quer um abraço carinhoso, que sempre procura pra conversar, que senta varias vezes ao dia para pode rir um pouco comigo, que é A FODA, é a mulher da minha vida, sem duvida nenhuma, é única e insubstituível. E meu pai do seu jeito fechado e sem conversar, mais que sempre quer saber o que esta acontecendo com seus filhos, que sempre quer o melhor do melhor para os dois, que sempre cuida e protege quando precisa, que cuida como ninguém mais saber cuidar, que sem duvida nenhuma também é o homem da minha vida.
Esses dois cada qual no seu jeitinho único de serem, mostram melhor que qualquer outra pessoa, o amor incondicional.
Obrigado mãe, obrigado pai. Eu Amo vocês.